Política Curiosidades

Telescópio Espacial James Webb, detecta Supernovas Primordiais do Universo, sobre a Formação Estelar

O Telescópio Espacial James Webb da NASA está revolucionando nossa compreensão das supernovas, eventos cósmicos colossais que marcam a morte de estrelas massivas.

Por Comando da Notícia

11/06/2024 às 22:01:23 - Atualizado h√°
Foto: BBC

O Telescópio Espacial James Webb da NASA está revolucionando nossa compreensão das supernovas, eventos cósmicos colossais que marcam a morte de estrelas massivas. Através de imagens detalhadas e espectroscopia de alta precisão, o telescópio está revelando supernovas do universo primordial com detalhes nunca antes vistos, lançando luz sobre a formação estelar e a expansão do cosmos nos seus primórdios.

Uma Década de Supernovas Primordiais Reveladas:

Em um estudo recente, uma equipe de cientistas utilizou dados do Webb para identificar um número impressionante de supernovas no universo primordial, cerca de 10 vezes mais do que se conhecia anteriormente. Entre elas, estão algumas das supernovas mais distantes já observadas, incluindo uma supernova de colapso do núcleo com um desvio para o vermelho de 3,6, o que significa que a luz da explosão levou 13,8 bilhões de anos para chegar à Terra, originada quando o universo tinha apenas 1,8 bilhão de anos.

Desvendando os Segredos das Supernovas do Tipo Ia:

As supernovas do Tipo Ia, utilizadas como velas padrão cósmicas para medir a expansão do universo, também estão sob o escrutínio do Webb. Os pesquisadores identificaram uma supernova do Tipo Ia com um desvio para o vermelho de 2,9, a mais distante já confirmada espectroscopicamente, expandindo significativamente a gama de distâncias para esse tipo de evento cósmico. A análise preliminar do brilho intrínseco dessa supernova não indica variações com o desvio para o vermelho, um resultado crucial para validar a confiabilidade das supernovas do Tipo Ia como indicadores da taxa de expansão do universo.

Uma Janela para o Universo Primordial:

Essas descobertas abrem uma nova janela para o universo primordial, permitindo aos cientistas estudar a formação de estrelas e os mecanismos de explosão de supernovas em um ambiente extremo e muito diferente do que observamos hoje. As supernovas distantes reveladas pelo telescópio são compostas por estrelas com menos elementos químicos pesados do que as encontradas no Sol, fornecendo pistas valiosas sobre a evolução química do universo.

O Futuro da Exploração das Supernovas:

O mesmo representa um marco na exploração das supernovas, possibilitando pesquisas mais aprofundadas sobre esses eventos cósmicos e seus impactos na história do universo. As futuras observações do Webb devem revelar ainda mais supernovas distantes e exóticas, refinando nossa compreensão da formação estelar, da expansão do cosmos e do destino final do universo.

Fonte: GAZETA BRASIL
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Comando Geral BG

© 2024 Comando Geral BG - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Comando Geral BG
Acompanhantes de Goi?nia