Política Últimas Notícias

Avião de Donald Trump colide com outra aeronave em aeroporto da Flórida

Um incidente aéreo agitou a madrugada deste domingo no Aeroporto Internacional de West Palm Beach, na Flórida.

Por Comando da Notícia

15/05/2024 às 15:18:25 - Atualizado h√°
Foto: O Globo

Um incidente aéreo agitou a madrugada deste domingo no Aeroporto Internacional de West Palm Beach, na Flórida. O Boeing 757 particular do ex-presidente Donald Trump acabou colidindo com outra aeronave corporativa estacionada, resultando em danos leves e, felizmente, sem feridos. A Administração Federal de Aviação (FAA) informou que o incidente ocorreu por volta de 01h19, horário local, ao norte do aeroporto, em uma área não controlada pelo tráfego aéreo.

De acordo com informações da CNBC, o avião de Trump, identificado pela matrícula N757AF, pousou em West Palm Beach após o ex-presidente participar de um comício em Wildwood, Nova Jersey, no sábado. Embora não se tenha confirmação se Trump estava a bordo no momento do incidente, foi constatado que a asa de sua aeronave atingiu a traseira de um VistaJet estacionado.

A FAA confirmou em comunicado: “Um Boeing 757 particular pousou com segurança no Aeroporto Internacional de West Palm Beach por volta de 01h20 da manhã, horário local, no domingo, 12 de maio”.

O Boeing 757 de Trump é reconhecido por sua decoração luxuosa, que inclui detalhes em dourado, dois quartos privativos, três banheiros, áreas de jantar e de conferência, além de um amplo sistema de entretenimento.

Adquirido pelo ex-presidente em 2010 por US$ 100 milhões, o avião foi construído em 1991 e, apesar de sua idade, serviu como símbolo durante suas campanhas presidenciais, recebendo o apelido de “Trump Force One”.

O incidente ganha destaque não apenas pelo envolvido, mas também pelo contexto político atual. Trump, provável candidato do Partido Republicano, enfrenta um julgamento em um tribunal estadual de Nova York por acusações criminais relacionadas a pagamentos para silenciar Stormy Daniels, uma atriz de filmes adultos. O ex-presidente negou tanto o encontro sexual quanto seu envolvimento no pagamento de US$ 130.000 para que ela não divulgasse sua história.

Durante o julgamento, Michael Cohen, ex-advogado pessoal de Trump, testemunhou afirmando que fez o pagamento sob a direção do ex-presidente para proteger sua campanha eleitoral em 2016.

A equipe de campanha de Trump não se pronunciou sobre o incidente em West Palm Beach. Enquanto isso, o advogado de Trump, Todd Blanche, iniciou o interrogatório a Cohen na terça-feira, buscando minar sua credibilidade como testemunha-chave do caso.

A FAA indicou que a colisão ocorreu durante o taxiamento do Boeing 757 em uma área do aeroporto não controlada diretamente pela agência, sugerindo uma supervisão limitada nessa região.

“O estabilizador traseiro do avião de Trump atingiu o elevador traseiro de um jato corporativo estacionado e desocupado”, observou a FAA.

O incidente levanta preocupações sobre a segurança aeroportuária em áreas não diretamente supervisionadas pelas autoridades e questiona as práticas de manobra em solo de aeronaves particulares, especialmente aquelas de alta visibilidade e em plena atividade de campanha.

Por fim, é importante destacar que em janeiro deste ano, Donald Trump fez um apelo público à Boeing para que retomasse a fabricação do modelo 757, que foi descontinuado em 2004.

“Boeing deveria voltar a fabricar o 757, o avião mais bonito e melhor de pilotar (do ponto de vista dos pilotos) que a Boeing já fez”, escreveu em suas redes sociais.

Fonte: GAZETA BRASIL
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Comando Geral BG

© 2024 Comando Geral BG - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Comando Geral BG
Acompanhantes de Goi?nia