Pol√≠cia OPERAÇÃO TENT√ĀCULOS

Justiça condena ex-militar da Aeronáutica por ligações com CV em MT

Grupo criminoso ainda aplicava golpes em famílias de internados

Por DIEGO FREDERICI | FOLHA MAX

13/05/2024 às 15:40:56 - Atualizado h√°

O juiz da 7¬™ Vara Criminal de Cuiab√°, João Filho de Almeida Portela, condenou o líder do "Comando Vermelho" e ex-militar da Aeron√°utica, José Elggy Alves Silva, por tr√°fico de drogas e organização criminosa. Outro faccionado, identificado como Lorenilson Aparecido Rodrigues, também sofreu a condenação.

Na decisão, proferida no último dia 10 de maio, o juiz condenou José Elggy Alves Silva a 6 anos e 6 meses de prisão. Lorenilson Aparecido Rodrigues, por sua vez, pegou 7 anos e 6 meses, ambos com cumprimento inicial no regime semiaberto. Na publicação, João Filho de Almeida Portela também absolveu de Klisman Silva Pereira, Marcelo Souza, Welder Lucas Silva e Maria Erika Melo da Silva.

O processo que condenou os faccionados é derivado da operação "TeNt√°culos", deflagrada pela Polícia Judici√°ria Civil (PJC) em julho de 2019. Ao todo, foram cumpridos 58 mandados de prisão contra membros de facções criminosas com atuação em crimes de roubos, tr√°fico de drogas, homicídio e estelionato, muitos deles praticados a mando de presos faccionados em unidades prisionais do Estado.

A operação "Tent√°culos" cumpriu mandados em seis municípios de Mato Grosso - Campo Novo dos Parecis, Tangar√° da Serra, Barra dos Bugres, Cuiab√°, Rondonópolis e Juína. Também foram cumpridos mandados dentro da Penitenci√°ria Central do Estado (PCE), em Cuiab√°, e da Penitenci√°ria Major Eldo S√° (Mata Grande), em Rondonópolis.

Além do tr√°fico de drogas, roubos e homicídios, foi identificado que a organização criminosa praticava estelionatos em modalidades diversas, como golpes contra familiares de pacientes internados em hospitais, principalmente no Estado de São Paulo. Eles se passavam por médicos e convenciam funcion√°rios de hospitais a informarem dados de pacientes.

Depois, entravam em contato com os pacientes pedindo dinheiro para pagamento de exames específicos e urgentes.

Fonte: FOLHA MAX
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Comando Geral BG

© 2024 Comando Geral BG - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Comando Geral BG
Acompanhantes de Goi?nia