Política Destaques

Falta de coordenação entre ministros gera críticas de Lula em reunião sobre enchentes no RS

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reclamou da falta de coordenação entre ministros em relação às medidas adotadas diante das enchentes no Rio Grande do Sul.

Por Comando da Notícia

14/05/2024 às 00:04:29 - Atualizado h√°
Foto: YouTube

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reclamou da falta de coordenação entre ministros em relação às medidas adotadas diante das enchentes no Rio Grande do Sul. Durante uma reunião ministerial “emergencial” realizada na noite desta segunda-feira (13) no Palácio do Planalto, Lula fez observações sobre anúncios de ações antes de serem discutidas no âmbito do governo federal.

“É importante que cada ministro e ministra que for falar esteja alinhado com a realidade. Não podemos anunciar medidas que não foram discutidas ou inventar cenários que ainda não foram avaliados. Não é benéfico para nós, que temos ideias, anunciar publicamente cada uma delas. Uma ideia deve ser discutida internamente para se transformar em política real. Não podemos permitir que cada indivíduo anuncie suas próprias ideias sem consenso. Isso não contribui para a construção de uma política pública sólida e uma atuação uniforme do governo no caso do RS”, declarou Lula.

A reunião contou com a participação de todos os 37 ministros do governo federal, conforme informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Anteriormente, o presidente havia se reunido por videoconferência com ministros e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), onde foi anunciada a suspensão da dívida do estado por três anos – medida que ainda está pendente de aprovação pelo Congresso. O governo também divulgou iniciativas relacionadas a parcelas de financiamentos habitacionais e ajuda aos desabrigados pelas enchentes.

Durante a reunião, Lula destacou a seriedade da questão climática, enfatizando que “muitas vezes os negacionistas minimizam o impacto das mudanças climáticas, apresentando-as como um assunto apenas de ambientalistas ou intelectuais”. Ele ressaltou a importância de agir de acordo com os ensinamentos científicos para enfrentar os desafios climáticos globais.

O presidente instou os ministros a compartilharem as ações que estão sendo desenvolvidas por seus respectivos ministérios para ajudar o Rio Grande do Sul. Ele destacou que a recuperação do estado será um desafio de médio e longo prazo e enfatizou o compromisso do governo em restaurar a região afetada pelas chuvas.

Fonte: GAZETA BRASIL
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Comando Geral BG

© 2024 Comando Geral BG - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Comando Geral BG
Acompanhantes de Goi?nia