Política Últimas Notícias

Forças Ucranianas Atingem Pela Primeira Vez um dos Caças Russos Mais Avançados

Neste domingo, a Ucrânia informou que suas forças atingiram um avião militar russo de última geração estacionado em uma base aérea a quase 600 quilômetros do front.

Por Comando da Notícia

09/06/2024 às 18:24:23 - Atualizado h√°
Foto: O Globo

Neste domingo, a Ucrânia informou que suas forças atingiram um avião militar russo de última geração estacionado em uma base aérea a quase 600 quilômetros do front. O ataque ocorreu após os aliados ocidentais permitirem que Kiev utilizasse suas armas para ataques limitados dentro da Rússia.

O principal serviço de inteligência militar de Kiev compartilhou imagens que, segundo eles, mostram os efeitos do ataque. Se confirmado, este seria o primeiro ataque bem-sucedido da Ucrânia contra um avião Su-57, um caça furtivo de dois motores considerado a aeronave militar mais avançada de Moscou.

Nas imagens, é possível ver marcas de fuligem preta e pequenos crateras em uma pista de concreto ao redor do avião estacionado. De acordo com o Diretorado Principal de Inteligência do Ministério da Defesa ucraniano, a operação ocorreu no sábado na base de Akhtubinsk, no sul da Rússia, a cerca de 589 km do front.

Inicialmente, não estava claro quais armas foram utilizadas, mas a distância entre o aeródromo e a Ucrânia sugeria que provavelmente se tratava de drones.

Os Estados Unidos e a Alemanha autorizaram recentemente a Ucrânia a atacar alguns alvos em território russo com as armas de longo alcance fornecidas a Kiev. A Ucrânia já utilizou algumas armas americanas para atacar em território russo, seguindo novas diretrizes aprovadas pelo presidente dos EUA, Joe Biden, que permitem o uso de armas americanas com o objetivo limitado de defender Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia.

A agência ucraniana informou que o avião, que pode carregar mísseis furtivos a centenas de quilômetros, estava entre os "poucos" de seu tipo no arsenal de Moscou. Segundo reportagens de agências russas, as forças armadas de Moscou obtiveram "mais de 10" novos Su-57 no ano passado, e espera-se que 76 sejam fabricados até 2028.

Moscou não comentou sobre os relatos inicialmente. O Ministério da Defesa russo afirmou no sábado que suas forças haviam derrubado três drones ucranianos na região de Astrakhan, onde se encontra o aeródromo de Akhtubinsk.

Desde que Moscou iniciou sua invasão em grande escala há mais de dois anos, Kiev aumentou a produção nacional de drones e tem utilizado essas aeronaves para atacar o interior da Rússia, incluindo uma terminal de gás perto de São Petersburgo, que fica a cerca de 1.000 km ao norte da fronteira ucraniana.

Em outras regiões, as forças ucranianas mantiveram os ataques com drones sobre regiões fronteiriças no sul da Rússia, de acordo com autoridades russas.

Três drones atingiram a província de Belgorod no sábado, danificando uma linha elétrica e estourando janelas, mas não houve vítimas, segundo o governador Vyacheslav Gladkov. O Ministério da Defesa russo afirmou que outro drone foi derrubado sobre a região próxima de Bryansk.

Em outras províncias ucranianas na linha de frente, projéteis russos mataram pelo menos três civis e feriram pelo menos nove no sábado e durante a noite, segundo relatos de autoridades regionais. Um homem morreu e duas mulheres ficaram feridas na cidade de Khotimla, na região nordeste ucraniana de Kharkiv, onde os projéteis danificaram uma escola local, um prédio do conselho local e um comércio, informou o governador Oleh Syniehubov.

As batalhas intensas continuam na região, enquanto tropas ucranianas tentam repelir as forças invasoras russas após uma ofensiva de Moscou de várias semanas, que provocou temores sobre Kharkiv e uma onda de evacuações de civis.

(Com informações da AP)

Fonte: GAZETA BRASIL
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Comando Geral BG

© 2024 Comando Geral BG - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Comando Geral BG
Acompanhantes de Goi?nia